Toshikoshi Soba: o macarrão da passagem do ano

A tradição japonesa manda comer uma tigela de soba na passagem do ano. É um ritual, conhecido como Toshikoshi Soba, literalmente, soba da passagem do ano.

Há diversos significados para esta prática. O soba é um macarrão longo. Comê-lo no final do ano remete a vida longa, longa felicidade. Outra versão é que os artesãos que mexiam com ouro e prata usavam massa de soba para pinçar os restos do metal no chão. A massa de soba derrete na água e facilita reaproveitar os restos do metal para novos trabalhos. O soba comido no final de ano teria esta finalidade: a de juntar os restos reaproveitáveis do ano, para entrar no ano novo já capitalizado.

soba é um macarrão feito de trigo sarraceno, e é diferente do soba utilizado para fazer lámen, ou mesmo yakissoba.

A maneira mais tradicional de comer soba é com um bom caldo dashi, feito à base de alga kombu e flocos de peixe bonito seco . Para dar mais profundidade ao caldo, e consequentemente potencializar o umami, o quinto sabor, pode-se incluir no caldo o cogumelo shiitake seco.

Para incrementar, o soba quente pode receber um complemento, que pode ser um tempurá de camarão ou de legumes, ou ainda somente flocos de tempurá.

soba pode ser servido frio e é indicado especialmente para os dias quentes de verão. Neste caso, o macarrão vem sobre uma esteira de bambu, e o caldo, mais forte, vem à parte, em um potinho. Pode vir acompanhado de um ovo de codorna cru, cebolinha e nabo ralado. É o hiyashi soba.

O soba é um prato muito popular, que você come na estação de trem, num tempo curtíssimo. Todos os japoneses comem soba desde pequenos – mas nem sempre a massa é artesanal. No inverno, prefere-se soba com caldo quente, tempurá, moti assado. Pode-se optar por um soba com curry. No verão, soba frio, no caldo gelado de kabosu (um tipo de limão). Na primavera, soba com vários tipos de verduras das montanhas, como o yomogi. Você soca a folha do yomogi e integra à massa, como é feito com o chá verde.

 

Adaptado de http://jojoscope.com/

 

Os comentários estão desativados.