Tofu, tradição e benefícios

O tofu, bastante conhecido como queijo de soja, é rico em nutrientes que fazem bem à saúde e é um ótimo complemento alimentar, principalmente para os adeptos do vegetarianismo. Rico em proteínas e minerais, como cálcio, ferro e fósforo, ele ajuda a proteger os ossos e músculos. Por apresentar poucas calorias (cerca de 70 kcal cada 100 g) e ter baixa concentração de gorduras, o tofu é uma alternativa para quem quer emagrecer. Além disso, o organismo digere mais facilmente o tofu do que o queijo branco tradicional, pois ele não contém lactose.

O tofu é um alimento muito comum no Japão e também na China e Coréia.

Histórias contam que há dois mil anos os chineses descobriram que misturando sal precipitado da água do mar ao leite de soja, o leite talhava e dava origem a uma espécie de coalhada vegetal, com sabor suave e textura macia. Os sacerdotes Kento que foram à China no final do século 8 estudar budismo, retornaram ao Japão com o produto na bagagem. Foi aí que ele ganhou o nome de tofu e se tornou componente obrigatório da dieta livre de proteínas animais que os monges budistas seguiam. Gradualmente, o tofu passou a fazer parte das receitas culinárias da nobreza japonesa e dos samurais. Durante a era Edo (1603 a 1867) ele se popularizou e invadiu as mesas do Japão.

Pode ser consumido in natura, cozido, refogado ou frito.

Uma receita muito tradicional e popular no verão é o hiyayako, tofu fresquinho e gelado cortado em cubos, servido com gengibre ralado, lascas de peixe bonito seco (katsuobushi), cebolinha finamente cortadas e molho shoyu.

 

Fonte: http://bemleve.bolsademulher.com/ e http://jojoscope.com/

Os comentários estão desativados.